GNUCASH – Conta Corrente (1 de 2)

Este artigo fornecerá informações específicas para o gerenciamento de contas correntes usando o GNUCASH. Gerenciar os registros de sua conta corrente é o primeiro passo de controlar e rastrear as suas finanças e o GNUCASH torna isto muito mais fácil de gerenciar que os registros em papéis tradicionais.

O lançamento dos dados de transações comuns é praticamente feito por você pelo GNUCASH por conta da sua funcionalidade de auto completar. O sistema mantém executado um saldo de cada conta e isto permite a reconciliação de contas facilmente. O método de partida dobrada ajuda contabilizar seus gastos através das transferências das contas por saques, então é possível facilmente encontrar quanto dinheiro você gasta nas diferentes áreas.

Uma vez que você está confortável no uso do GNUCASH nos controles da conta corrente e outras contas do banco, você pode desejar continuar com o rastreamento de outras contas financeiras.

Configurando as contas

O primeiro passo para o gerenciamento da conta corrente é a configuração das contas necessárias. Você pode tanto usar as contas default do GNUCASH ou configurar suas próprias. Os detalhes de como realizar as configurações das contas podem ser vistos no artigo GNUCASH – Contas.

Vamos iniciar com as contas de banco que você precisará. Você precisa uma conta do tipo banco no GNUCASH para cada conta física de banco existente que você deseja controlar. Se você está configurando de forma personalizada as contas ou usando as contas default do GNUCASH, tenha certeza que você tem uma transação de abertura de balanço para cada conta bancaria que você possui. A maneira mais fácil de obter este número é a partir do extrato do banco.

Os tipos de contas de banco a rastrear podem incluir:

  • Contas correntes – qualquer conta institucional que fornece privilégios de transações.
  • Investimentos – uma conta de juros institucional geralmente usada para guardar dinheiro para um prazo muito maior que as contas correntes.

Transações comuns que afetam estas contas de bancos são pagamentos e depósitos. Pagamentos são transferências de dinheiro para fora das contas bancárias, geralmente uma conta de despesa. Depósitos são transferências de dinheiro para dentro da conta bancária, geralmente a partir de uma conta de receita. Você precisará configurar contas de receitas e despesas para rastrear de onde o dinheiro vem e para onde ele vai. Lembre-se que uma transação equilibrada requer uma transferência de uma soma igual de dinheiro de no mínimo uma conta para no mínimo outra conta. Então se você deposita dinheiro na sua conta corrente, você deve também lançar na conta da qual veio o dinheiro. Se você paga uma fatura a partir de sua conta corrente, você deve também realizar o lançamento na conta da qual o dinheiro vai.

Lançando os depósitos

Muitas transações de depósitos são lançadas como uma transferência a partir de uma conta de receita para uma conta de banco. Receitas podem vir a partir de muitas fontes e é uma boa ideia configurar uma conta tipo receita para cada diferente fonte. Por exemplo, sua receita pode principalmente vir a partir do pagamento do contracheque, mas você pode também receber juros de suas aplicações. Neste caso, você deve ter uma conta de receita para o salario e outra para recebimento de juros.

Dica: assegure-se de marcar a caixa Relativo à Impostos a atribuir uma categoria apropriada da taxa na janela Informação sobre Imposto de Renda (Editar → Informações de Relatório de Imposto) quando você configura uma conta tributável de receita. Em artigo futuro serão tratadas as contas de formas de ganho de capital.

Antes de iniciar os depósitos na conta corrente, decida quantos detalhes você deseja rastrear. O nível básico de detalhes é entrar o pagamento liquido, apenas como registrado no papel. Este é o mais fácil, mas você pode obter ainda mais informações fora do GNUCASH se você lançar os pagamentos brutos com as deduções. Isto exige um pouco mais de esforço para lançar as deduções, mas o lançamento dos impostos retidos na fonte da informação de pagamento ao longo do ano permite extrair relatórios úteis de status de impostos pelo GNUCASH em qualquer hora. Estes relatórios podem ajudar a determinar de está sendo retido na fonte impostos suficientes e eles podem ajudar a estimar a cobrança futura de impostos. Se você não está seguro do nível de detalhes, comece pelo lançamento do pagamento líquido. Você pode sempre voltar atrás e editar suas transações depois se você decidir que quer mais detalhes.

Lançando os saques

Quando você saca dinheiro da conta bancária, por qualquer razão, você está transferindo dinheiro da conta bancária para algum outro local. No GNUCASH este outro local é rastreado como uma conta. Quanto mais detalhadas forem criadas as contas para os gastos, mais informações você obterá sobre onde seu dinheiro está indo.

Saques são realizados de muitas formas. Saques em caixas de autoatendimento são uma das mais comuns transações. Preenchimento de cheques é uma maneira de sacar dinheiro para pagar cobranças, comprar coisas ou dar caridade. Dependendo do banco, você pode também ter taxas sobre serviços, onde o banco saca dinheiro da sua conta bancária. Transferência de dinheiro para fora de outra conta são também saques. Teremos uma visão geral sobre cada um dos tipos de saques e como os registrar no GNUCASH.

Saques em dinheiro no Autoatendimento

Saques em dinheiro são considerados como uma transferência a partir de uma conta de banco para uma conta de dinheiro (por exemplo, dinheiro na carteira). O GNUCASH fornece um tipo de conta especial para dinheiro para rastrear as compras com dinheiro. Você deve configurar uma conta de dinheiro para gravar os saquem em terminais de autoatendimento.

Contas de dinheiro podem ser usadas em diferentes níveis de detalhes. Em um nível básico de detalhes você pode simplesmente transferir dinheiro a partir da conta corrente. Isto pode mostrar quanto dinheiro é retirado da conta corrente em um determinado dia, mas não mostra onde o dinheiro foi gasto. Com um pequeno esforço adicional você também pode usar a conta de dinheiro para gravar suas compras em dinheiro, para então ver para onde vai se dinheiro. Você gravará estas compras como uma transferência a partir da conta Dinheiro da Carteira para contas de despesas.

Algumas pessoas registram todas as compras em dinheiro, mas isto toma um tanto de trabalho. Um caminho mais fácil é gravar as compras das quais você tem os recibos e ajustar os saldos para coincidir com o que você tem na carteira.

É uma boa ideia configurar pelo menos uma conta de dinheiro para registrar os saques. Então, se você decidir rastrear para onde seu dinheiro está indo, você pode lançar as transações para o dinheiro gasto. Você determina qual nível de detalhes você quer usar.

Reconciliando suas contas

O GNUCASH permite, de forma muito simples, a reconciliação de sua conta em relação ao extrato mensal do banco. Na seção Conciliação do artigo GNUCASH – Transações (2 de 2) você pode obter mais informações de como proceder na conciliação das transações comparando com o extrato bancário.

Mas sobre as outras contas que estão criadas? Deveriam ser reconciliadas também? Se você recebe um extrato para a conta, então você deveria considerar a reconciliação da mesma. Por exemplo, extrato de conta corrente, extrato de conta poupança e extrato de lançamentos de cartão de crédito. Extratos e transações de cartão de crédito serão tratados em artigos futuros, específicos para este assunto.

Contas de receitas e despesas não são usualmente conciliadas porque geralmente não existe um extrato para referência. Você também não precisa reconciliar contas de dinheiro pela mesma razão. Com uma conta de dinheiro, embora, você pode querer ajustar o saldo de vez em quando, para que o saldo real corresponda com aquele da conta de dinheiro.

O próximo post trará as informações complementares para controle de Contas Bancárias. Até lá.

Anúncios

Sobre Andre Mateus
Sou profissional da área de tecnologia e engenharia. Gosto de assuntos que contribuam para a compreensão dos ambientes que vivemos.

6 Responses to GNUCASH – Conta Corrente (1 de 2)

  1. Eduardo Sousa says:

    Acredito que para ter uma rastreabilidade eficaz, a melhor maneira é fazendo transações que tenham extrato para conciliação. Por exemplo, em vez de sacar o dinheiro no caixa, é melhor comprar pelo cartão de débito. Dinheiro na carteira, no meu caso, antes mesmo de começar meu controle financeiro, já sei que é impossível de ser controlado. Vou passar a usar apenas débito e crédito!

  2. Cid Reis says:

    Ola Andre Muito bom seu material porem fiquei em uma duvida tenho contas bancarias em mais de uma banco como diferenciar ?
    Criaria conta correte e o nome do banco?

    Exemplo: Conta Corrente ITAU.
    Conta Corrente BB

  3. LEOMAGNO says:

    Olá André,

    Eu consigo integrar minha conta corrente?

    Att,

  4. Marcos Mota says:

    André, excelente trabalho.
    Parabéns!!
    Comecei a usar o GNUCash e seu site tem contribuído bastante.
    Porque parou de atualizar o site?
    Abraço.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: