Sobre Andre Mateus
Sou profissional da área de tecnologia e engenharia. Gosto de assuntos que contribuam para a compreensão dos ambientes que vivemos.

11 Responses to GNUCASH – Cartões de Crédito (1 de 2)

  1. Valeu André! Sempre vou indicar seus artigos sobre Gnucash pra galera! A curva de aprendizado dele é um pouco acentuada mas compensa demais! Esta sacada do Cartão de crédito como passivo é fundamental e demorou dameia pra cair a ficha pra mim. Falar nisso, o josé coelho (e eu deu um help conceitual…) implementou uma app pra transformar o arquivo .txt exportado da fatura decartão de crédito (do bando do brasil) , para ofx, facilitando a importação no Gnucash. http://code.google.com/p/bbvisa2ofx/

    Abraços e tudo de bom

  2. André, parabéns pela inicitiava de escrever estes artigos sobre o GnuCash.

    Algo que eu ainda não como fazer de uma maneira legal em relação a cartões de crédito é o lançamento de pagamentos parcelados usando o cartão. Talvez você pudesse escrever um artigo sobre este assunto.

    • Andre Mateus says:

      José Romildo,
      As compras parceladas no cartão de crédito podem ser realizadas usando o Editor de Transação Programada. No artigo que trata das Transações é apresentada a operação desta funcionalidade.
      A alternativa é lançar as parcelas manualmente para os meses subsequentes. Estes lançamentos irão incidir no montante das respectivas faturas.
      Obrigado pela sugestão do assunto.
      Atenciosamente.

  3. rcsilva83 says:

    Para quem tem conta no Santander, pode usar este script que fiz: http://userscripts.org/scripts/show/133007

    No Firefox, é necessário instalar o complemento “Greasemonkey”. No Chrome, não precisa instalar nada. Depois é só clicar no botão “Install” da página do script para instalá-lo.

  4. Bruno Cunha says:

    Olá Adre Mateus!

    Mais um artigo muito bem didático e fácil de aplicar. Coincidência ou não, desde 2007 aplico o modelo que chamou de “Configuração completa”, pois quero exatamente poder rastrear as minhas despesas.

    Tenho agora uma curiosidade. Como você controla no Cartão de Crédito as compras parceladas?

    Eu trabalho criando várias transações de mesmo nome e valor, adicionando ao final qual é a prestação e qual o total de prestações.

    Ex:
    Mercearia da esquina – 01/03
    Mercearia da esquina – 02/03
    Mercearia da esquina – 03/03

    Organizo essas três transações da seguinte forma. Meu cartão sempre vence no dia 09. Assim, lanço todas as despesas que são da fatura do dia 09 com data do dia 08 e, para saber o dia que a transação foi efetuada, coloco a data no formato AAAAMMDD na coluna número. No fim, fica assim:

    Data Num Descrição Valor
    08/12/2012 20121201 Mercearia da esquina – 01/03 R$10,85
    08/01/2013 20121201 Mercearia da esquina – 02/03 R$10,85
    08/02/2013 20121201 Mercearia da esquina – 03/03 R$10,85

    Desta forma, tenho mais facilidade na hora de reconciliar com a fatura.

    Você trabalha de outra forma? Dê a dica.

    Abs!

    • Andre Mateus says:

      Bruno,
      Faço o rastreamento das despesas parceladas da mesma forma. No entanto eu crio a transação na mesma da data da compra, apenas para coincidir exatamente com o demonstrativo de lançamentos do cartão. Mas para efeitos práticos tem o mesmo resultado.
      Abraços,

  5. Andrei says:

    Olá André, primeiramente parabéns pelo blog, tem me ajudado muito.
    Estou com uma duvida sobre transferência de contas.
    Tenho uma conta BB e outra CEF, fiz um TED de uma conta para outra e depois importei os ofx dos respectivos bancos. No conta da CEF aparece um débito e no do BB como crédito. Mas como se fosse transações diferentes. Se eu entrar na conta da caixa e marcar que foi transferido para BB, quando eu entrar na conta do BB vai ter duas transações iguais. Uma que veio da importação do ofx e outra com a transferência da conta da CEF, nisso tenho que deletar uma das duas para ficar certo. Existe alguma forma melhor de fazer isso.
    Abraços

    • Andre Mateus says:

      Andrei,
      Obrigado pelos comentários. Como você faz importação de OFX que tem a mesma transação é normal que esteja duplicada. Não conheço outra forma senão excluir manualmente uma delas.
      Abraços.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: