O estigma do débito e crédito da nossa conta bancária

Sempre que lemos nosso extrato bancário vemos as operações de débito e crédito que seguem nossas ações. Então é automático o relacionamento das ações com as respectivas operações.

Quando fazemos um saque no terminal de autoatendimento, a informação que consta no extrato é um débito no valor do saque. Quando realizamos um depósito aparece a operação de crédito na conta corrente.

No entanto estamos frente à confusão que estes termos nos causam quando estudamos a contabilidade.

Conforme comentamos em um post anterior cada conta possui um tipo e estes tipos possuem naturezas crédito ou débito. É surpreendente para a percepção comum que a conta de ativos tem natureza débito na qual as operações de débito é que fazem os valores crescerem. Mas não é isso que vejo no meu extrato bancário!

Nossa conta corrente é uma conta de passivo para o banco. Quando realizamos um depósito, o banco absorve esta quantia a registra o equivalente em crédito na conta contábil referente à nossa conta corrente.

Portanto, podemos considerar que a nossa conta corrente é operada a partir do ponto de vista da instituição e não no ponto de vista do cliente.

Abraços.

Anúncios